Notícias

SAIBA MAIS SOBRE EDUCAÇÃO SOCIOEMOCIONAL

Novos paradigmas para a educação

Diferentes setores – governos, empresas e sociedade civil –, universidades, pesquisadores e organizações internacionais – entre elas, agências das Nações Unidas e a OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) – têm dirigido esforços para a construção de um corpo de conhecimento sobre a Educação para o Século 21, a partir da identificação, do desenvolvimento e da avaliação de competências que combinem as dimensões cognitivas e socioemocionais do aprendizado. Uma das principais fundamentações internacionais que inspiram esse conceito de Educação para o Século 21 é o Paradigma do Desenvolvimento Humano, proposto pelo PNUD (Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento) nos anos 1990, que, ao colocar as pessoas no centro dos processos de desenvolvimento, aponta a educação como oportunidade central para prepará-las para fazer escolhas e transformar em competências o potencial que trazem consigo. A ênfase recai em aspectos socioemocionais que capacitam as pessoas para buscarem o que desejam, tomarem decisões, estabelecerem objetivos e persistirem no seu alcance mesmo em situações adversas, de modo a serem protagonistas do seu próprio desenvolvimento e de suas comunidades e países. Na mesma direção, o Relatório para a UNESCO da Comissão Internacional sobre Educação para o Século 21, organizado por Jacques Delors, sintetiza a Educação para o século 21 em quatro aprendizagens que concorrem para a formação de um ser humano mais preparado para enfrentar os desafios de um mundo com contornos ainda incertos. São elas: aprender a ser, aprender a conviver, aprender a conhecer e aprender a fazer. Conhecidas como “quatro pilares da educação”, essas aprendizagens traduzem uma concepção integradora de educação, que pode ser aprimorada pela aplicação concreta em escolas e realidades locais.

Fonte: http://educacaosec21.org.br/wp-content/uploads/2013/07/COMPET%C3%8ANCIAS-SOCIOEMOCIONAIS_MATERIAL-DE-DISCUSS%C3%83O_IAS_v2.pdf

 

Outras referências:

Instituto Ayrton Senna

 

James Heckman – Prêmio Nobel de Economia

 

Clique nos links e confira na íntegra:

Canadá – Alberta Education

Daniel Goleman

Austrália – Victoria Education

Harvard