ei

Educação

Infantil

press to zoom

press to zoom

press to zoom

press to zoom
1/6
CURRÍCULO DA EDUCAÇÃO INFANTIL

É na Educação Infantil que as crianças constroem padrões de aprendizagem que empregarão em sua vida, e, portanto, durante essa fase devem ser criadas as condições para que elas se percebam aprendendo e como agentes no processo educacional. Nesse sentido, é importante destacar que as crianças aprendem ativamente: brincam, imaginam, observam, perguntam, experimentam, estabelecem relações. Elas aprendem fazendo!

As situações de aprendizagem propostas em nossa escola estão fundamentadas na concepção de crianças ativas e curiosas, protagonistas da própria aprendizagem, apropriando-se das linguagens verbal, corporal, emocional nas interações com seus pares e os educadores. Desse modo, as propostas visam a contribuir para que as crianças sejam capazes de nomear e organizar o que descobrem, utilizar informações de que dispõem para resolver problemas, comunicar ideias e descobertas que fazem, tendo os professores como mediadores entre elas e o conhecimento.

Esse campo engloba experiências sensoriais, expressivas e corporais que contribuem para promover o conhecimento de si e do mundo por meio da expressão da individualidade, da movimentação ampla e da percepção dos ritmos e desejos.

O desenvolvimento da identidade passa pelo reconhecimento das características individuais e pela compreensão das capacidades e limitações de cada um. Reconhecer que pertence a um grupo social e compreender que há diferentes modos de dizer, de fazer, de querer, de ser, mais a importância de respeitar as diferenças, também é essencial para a construção da identidade e da autoestima.

 

Por meio de de experiências relacionadas ao corpo e a seus movimentos, vivenciadas em situações lúdicas, de expressão e interação social; as crianças utilizam o corpo não só para se mover, mas para se divertir, expressar suas emoções e, fundamentalmente, para ser, aprender e organizar pensamentos.

 

Promovem o convívio e a interação das crianças com diferentes manifestações das linguagens expressivas: música, artes visuais, teatro, dança, audiovisual. Possibilitam, assim, vivências desejáveis para que todas as crianças se apropriem das diversas linguagens que constroem as manifestações artísticas e de expressividade humana..

ESCUTA FALA.png

 

Englobam experiências que envolvem a relação com os mundos social e físico por meio de formas de expressão e comunicação. É pelas experiências vividas que as crianças se apropriam da linguagem oral, ampliam o seu vocabulário e enriquecem seus recursos de expressão, internalizando gradativamente estruturas linguísticas mais complexas, desenvolvendo competências comunicativas que as tornam mais competentes na transmissão dos seus propósitos e na compreensão de seus interlocutores.

A aquisição e a aprendizagem da linguagem oral têm importância fundamental na Educação Infantil. No entanto, é indiscutível que a linguagem escrita também faz parte das experiências dessa fase.

espaços, tempos.png

 

Envolvem observações e reflexões de fenômenos naturais e socioculturais, manipulações de objetos, investigações e explorações do ambiente, levantamento de hipóteses e consulta a fontes de informação para buscar respostas a indagações. Em outros termos, trata-se de um amplo campo, em que se articulam saberes sobre o mundo físico e sociocultural, além dos vinculados aos conhecimentos matemáticos. Vários aspectos das investigações serão enfatizados gradualmente, como a importância das observações, o manuseio de objetos específicos, o levantamento de hipóteses, a consulta a diversas fontes de informação, sempre relacionadas à exploração do mundo físico.